Postagens recentes

sexta-feira, janeiro 16

Sem olhar a quem

Semana passada - depois de um ano e três meses - eu cortei meu cabelo. Por que eu demorei tanto pra cortar? Você já vai entender, continue lendo. 
Cortei pra doar, é isso mesmo. Existem várias ONGs que recolhem doações, eu doei lá pro pessoal do Cabelegria, bem, não pra eles, mas pras crianças com câncer que eles ajudam a fazer perucas pra elas.
Passar por todo o tratamento de câncer já deve de ser horrível, agora, imagina pra um criança! Essa ONG tem um blog, eles contam a história de crianças e dos pais, como descobriram e passaram por isso, e também tem vídeos das crianças recebendo as perucas feitas a partir de cabelo doado.
Não é nada difícil doar, é só avisar o cabeieireiro e ele vai cortar uma parte de uma vez, em uma xuquinha, você enfia em um envolope e envia pro endereço da ONG escolhida, ou entrega pessoalmente se for o caso. 
Eu vejo e conheço muito gente que tem um cabelão, vai lá e corta curtinho, e todo aquele cabelo fica lá, no chão do salão e direto pra lixeira, não custa nada doar, né? É indolor e faz um bem enorme.
Não tô aqui, escrevendo este post pra me "vangloriar" não, viu? Não entendam da maneira errada, o que eu quero é incentivar as pessoas, muitas crianças - que sofrem com câncer - podem ganhar um visual novo com uma boa ação sua, não custa nada e pode fazer uma grande diferença na vida de alguém.



Já em outra parte de fazer o bem, desde pequena minha mãe se sentava comigo e eu ia dizendo os brinquedos que ela podia doar, todo ano saia pelo menos um saco - daqueles pretos - de brinquedos pra serem doados. Você também pode fazer isso, seja com o teu filho (se tiver) ou você mesma, não só brinquedos, mas roupas e sapatos também, pelo menos uma vez por ano, escolha um dia, sente, e faça uma limpa no teu armário, tudo o que não usou, doe.
Pesquise na sua cidade/região, orfanatos e/ou creches pra crianças carentes que aceitem doações, ligue e veja os dias e horários, vá lá e doe o que não te serve ou você não usa mais.


Mais uma coisinha: sabe quando você vai no restaurante e sobra comida que a gente sabe que acaba indo pro lixo? Então, a maioria dos restaurantes tem a opção de embrulhar a comida que sobrou pra levar, mesmo que você não vá comer, peça, pegue essa comida e dê pra um morador de rua, tenho certeza de que ele não vai se importar de ser o que sobrou do teu almoço ou janta, e ainda irá te agradecer!

E claro, você também pode doar sangue! As regras são bem simples, você tem de ter entre 16 e 59 anos, estar com boa saúde, pesar pelo menos 50kg e não estar de jejum (porém evite comer coisas gordurosas nas 4h que antecedem a doação).
O que eu realmente quero com este post aqui é mostrar diferentes maneiras de fazer o bem sem olhar a quem. São coisas que não vão te custar nada, e mesmo assim, vão ajudar aos que não tem condições.
Se você concorda, mostre pra outras pessoas, compartilhe e assim, incentive outras pessoas a fazerem uma boa ação. Tem alguma outra ideia de como ajudar os outros? Deixe nos comentários!
Curtam a page do blog e façam o bem, sem olhar a quem!


Sophia Cuñado

comentário(s) pelo facebook:

4 comentários:

  1. muito bonito seu gesto. Se cada um de nós nos empenharmos a fazer o bem, o mundo será mais bonito!
    www.eimeconta.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com toda certeza Debora, fiz o post pra tentar "divulgar" maneiras de se fazer o bem. Todas fáceis e de graça! Espero ter "inspirado" alguém :)

      Excluir