Diário de Viagem: Campos do Jordão, indicações

quinta-feira, 7 de julho de 2016
Vocês já devem saber que a duas semanas eu fui pra Campos do Jordão, não é mesmo? Mas se você não sabe, então dá uma olhadinha neste post aqui pra entender tudinho! Eu resolvi separar o diário de viagem em duas partes, assim não ficava um post muito comprido e cansativo, e esta segunda parte eu vou contar tudo e indicar algumas coisas.
A viagem foi feita no modo mais economico possível, acreditem. Nós tinhamos planejado ela a uns quatro meses, parcelamos a pousada e fomos já tendo em mente um gasto mínimo, no final, somando tudo, gasolina, pedágios, comida, compras, lembrancinhas, pousada, tudo mesmo, e dividindo por dois (eu e meu namorado), deu quase R$500 pra cada, sendo quatro dias, deu aproximadamente R$125 por dia pra cada, o que é bem barato.
O primeiro passo que a gente deu na hora de planejar essa viagem foi escolher o lugar, e isso dependeu muito da distância, ou seja, gasolina e pedágios, isso você pode calcular pelo site Mapeie, ele dá uma quantia bem aproximada do que você vai precisar. O segundo passo foi escolher o lugar onde iamos nos hospedar, pesquisamos muito, nos mais diversos sites, lemos muitos comentários com opiniões, e apesar das negativas, resolvemos ficar na pousada Marco Polo, era a mais em conta e a que mais nos chamou a atenção. 
A pousada fica no alto da cidade, você tem de subir um morrinho pra chegar lá, e pegar cerca de 1km de estrada de terra, mas não é nada de absurdo, estavamos com um carro 1.0 e não tivemos o mínimo problema. Lá em cima você tem uma vista maravilhosa, dá pra ver inclusive a tão famosa Pedra Baú, muitas árvores, dos mais diversos formatos, tipos e cores, pássaros e natureza por todo o lado. Do lado de fora a pousada tem um jardim muito bem cuidado, piscina e hidromassagem voltados pra vista maravilhosa pros hóspedes que forem no verão, além de uma cama elástica pra todas as idades (não é só pra criança não), um lugar pra acender uma fogueira, mesa, balanço, rede e dois cachorros muito dóceis e brincalhões. 
Já do lado de dentro você tem um salão de jogos com sinuca, cartas, xadrez, damas, dardos e jogos de tabuleiro, uma sauna seca e hidromassagem, que nós usamos e tava maravilhoso! O café da manhã ao contrário do que muitos comentários diziam nos sites, é muito bem servido, com sucos naturais (sim, nada de caixinha ou pózinho), café, leite, água, frios, pães, empadinhas, pasteizinhos, bolos, frutas e até um grill pra você fazer seu misto quente, e tudo ao som de uma musica ambiente bem relaxante e com cara de bom dia! Os quartos são de um tamanho médio, muito limpos, e com Netflix, sim, em todos os quartos, e nós ainda demos sorte de pegar uma vista maravilhosa da nossa janela! Toda a parte interna da pousada é de madeira ou carpete, mas não se preocupe, se eu que sou alérgica a tudo não tive nenhum problema com o carpete (e olha que eu até me deitei nele), você também não terá, o lugar é muito limpo!
Enfim, a minha experiência com a pousada foi ótima, ela é administrada por um casal muito atencioso, e não é nada cara, então, se você quiser viajar pra um lugar tranquilo, onde você vai se sentir em casa, eu recomendo muito essa pousada! A, ela mudou de dono a um tempinho, mas ainda é conhecida pelo seu antigo nome: Baú das Pedras!
Nós fomos em dois restaurantes, ambos indicados pela moça da pousada. Sim, apenas dois, como eu disse, foi uma viagem econômica, então nós comíamos um bom café da manhã, faziamos alguns beliscos de snacks, salgadinhos ou doces que levamos durante a tarde e jantavamos fora.
O primeiro restaurante a gente foi logo que chegou no domingo, foi o único em que almoçamos, ele se chama Bravo, e fica bem nada descida da pousada onde ficamos, e quem se hospeda lá ganha 10% de desconto nesse restaurante. Eles tem o cardápio a la carte e o self-service, que foi a nossa opção escolhida, comemos muito bem, tomamos suco natural e gastamos R$40 (com o desconto) os dois juntos. Fica na Av; Frei Orestes Girardi, 1221, Abernéssia. No site diz que eles abrem todos os dias, porém na segunda-feira tava fechado.
O outro restaurante foi nossa opção de jantar na segunda e na terça-feira, o Gato Seco é um lugarzinho muito simples e aconchegante, fica a uma quadra do Bravo. Eles servem pizza, espetinhos, porções, pratos e bebidas, na hora do almoço rola self-service. O atendimento de lá não é dos melhores, apenas um garçom que é mais antigo na casa é mais atencioso, mas eles tem uma lareira central que ajuda muito no frio, e as vezes música ao vivo, porém cuidado, iram te cobrar por quase R$7 por pessoa por esse cantor, e você não tem de pagar, nós pedimos pra tirar e tiraram, fica a dica. O lugar é bem barato, e encontramos vaga na frente nos dois dias, ele fica na Rua Doutor Reid, 14, Abernéssia e funciona de segunda a segunda, das 12h as 24h.
O único gasto que pretendiamos fazer a mais era o fondue, porém os preços eram absurdos, ia dar algo em torno de R$100 pra cada um, então acabamos desistindo, mas dois lugares nos foram recomendados; Krokodillo (que só aceita dinheiro) e Cantinho da Serra Grill (que aceita dinheiro e cartão), porém não posso opinar porque não fui em nenhum dos dois.
Uma coisa que eu queria falar é a estrada, não sei como vocês costumam viajar, mas pros que não conhecem muito bem, o rodoanel tá em ótimo estado e muito bem sinalizado, é um grandíssimo adianto pros que não querem entrar em São Paulo, então fica a dica! Se pretendem fazer uma viagem econômica como nós, levem seus snacks e besteiróis de casa, as coisas mais simples podem ser caríssimas em Campos, ou então procurem uma loja Americanas, que tem entre os dois restaurantes que eu indiquei! Levem agasalhos, não deixem pra comprar lá, tudo é caro, um simples pompom que eu paguei 5 euros na Espanha estava sendo vendido a R$295 lá, o que eu achei mais do que absurdo! A última diquinha que quero dar é: nem cogite em ir pra Campos sem carro, tudo naquela cidade precisa de carro, é muito sobe e desce, táxi vai sair muito caro! E agora eu deixo pra vocês a playlist roadtrip que eu fiz exclusivamente pra viagem com as músicas que não saem da minha cabeça nos últimos tempos (tem várias da Taylor Swift, mas não pude colocar no Spotify por motivos óbvios)!
Então é isso gente, espero que essas dicas e indicações lhe sejam úteis, tentei reunir o máximo de informações pra vocês, agora é pensar no próximo destino, qual é o teu?

Sophia Cuñado
Ps.: todas as fotos deste post são de minha autoria, o uso delas sem a devida autorização e créditos é crime, não é porque está na internet que não tem lei, conheça seus direitos!
Ps1.: a foto com a seta e a plaquinha de plataforma 9 3/4 é no Graal da rodovia Governador Carvalho Pinto, sentido Campos de Jordão! O lugar é super bem decorado e muito limpinho, recomendo pros que queiram parar pra esticar as pernas, comer alguma coisa ou ir ao banheiro!

6 comentários:

  1. Esses lugares são tão gostosinhos que dá vontade de se teletransportar <3


    www.procuraseideias.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem me fale, toda vez que me lembro dessa pousada me dá vontade de voltar no tempo ♥

      Excluir
  2. amei as dicas!
    que lugar maravilhoso que vcc ficou!
    infelizmente ainda n rola eu ir, mas vou super guardar o post, achei super completinho, e que organizados vcs, eu n tenho essa maturidade c grana kkkk
    bjss
    www.retratodaiaia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fala a verdade, essa pousada é maravilhosa demais! Tem de controlar o dindin, senão não dá pra viajar e aproveitar as coisas, moça! ♥

      Excluir
  3. Olá, boa tarde

    Qual contato da pousada? não encontro em lugar nenhum um site deles ou contato.

    Obrigada!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi! Vai em facebook.com/pousadamarcopolo ❤ é muito boa!

      Excluir

Oba, deixa um comentário aqui dizendo o que achou do post!