Postagens recentes

sábado, junho 3

Texto: dê momentos

Já estamos em junho e aquela famosa data se aproxima: o dia dos namorados. A esta altura do campeonato eu poderia apostar que você já viu pelo menos uns três posts de dicas de presentes para a data sendo divulgados por aí, não tô certa? Pois bem, calma que a minha ideia aqui não é essa, mas poderia dizer que é quase.
O que faz com que a sua memória pulse mais, fale mais alto e te deixe mais feliz? Um presente ou um passeio, uma programação? Pois bem, pra mim é o segundo caso.
Namoro a dois anos, no primeiro ano não me lembro de ter feito nada demais, na verdade me lembro que caia em um dia de semana e eu tinha aula importante, portanto obviamente não fizemos nada, não estávamos namorando a nem dois meses de qualquer forma. Já no ano passado ganhei um kit da Natura que foi puro amor, só produtinhos maravilhosos e que ele sabia que eu iria amar, mas não é pra isso que tô aqui, tô aqui pra mostrar o que realmente lembramos e damos importância.
Também no ano passado viajamos juntos pela primeira vez, fomos pra Campos do Jordão passar três ou quatro dias no sossego em uma pousadinha puro amor e paz. Consigo me lembrar de tudo, desde o perrengue montando a mala, as conversas e músicas na estrada, o trajeto, a chegada, todos os dias, tardes e noites ao lado dele, os cafés da manhã gostosos, as brincadeiras, os jantares e impressões que tivemos de tudo. Simplesmente me lembro de tudo, e pra mim, é isso que mais importa, os momentos.
Sem ter muita noção do que tava fazendo – ou talvez tivesse no meu subconsciente – no aniversário dele o levei pra comer no Pizza Hut já que era uma vontade muito grande dele conhecer o lugar e tinha sido aberto a pouco tempo aqui em Santos, também me lembro de tudo, desde as caras pra pizza, o que ele achou, a caminhada que fizemos na praia logo após a janta. No natal ele me deu de presente um dia maravilhoso, cinema, pipoca e um festival mexicano que eu tava querendo a muito tempo, me lembro de tudo com muito amor e carinho, impossível esquecer um dia como esses.


A post shared by Sophia Cuñado (@sphcunado) on
Mas por que eu tô falando tudo isso? Pra mostrar pra vocês que a gente não precisa dar presentes, coisas físicas, que as coisas que mais importam e nos trazem boas memórias e lembranças são os momentos, são deles que você vai se lembrar daqui a anos e anos. Não precisa ser uma coisa super elaborada, um jantar, uma saída, um passeio ou momento que você sabe que a outra pessoa vai curtir já vão marcar demais pelo simples fato de que você pensou e lembrou daquele detalhezinho. Claro que um presente bem pensado, daqueles que a pessoa sabe que você vai amar por qualquer que seja o motivo são ótimos e nos vão trazer ótimas lembranças, mas fica aí a dica, nesse dia dos namorados, não dê presente, dê momentos, eles são eternos!
Sophia Cuñado

comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário