Postagens recentes

sábado, junho 10

Pra se inspirar: escolhendo as cortinas

Eu não sei pra vocês, mas pra mim um ambiente como sala e quarto sem cortina não é um ambiente completo, e é sobre isso que vou falar um pouquinho aqui hoje.
A cortina pode ter várias funções, as principais são de bloquear a luz externa e dar privacidade ao ambiente uma vez que temos várias situações de prédios um de frente ao outro, onde o vizinho pode ver tudo que se passa dentro da sua casa, e isso é um saco, não é mesmo? Ela também acaba trazendo um certo aconchego ao ambiente dependendo do tipo e material, se você tem janelas escuras como eu, ela também ajuda a bloquear um pouco isso.
Como vocês podem ver na imagem abaixo que eu separei, existem vários tipos de cortina, elas normalmente são definidas por como são presas no varão, como correm e esse é o primeiro passo pra escolher a sua, definir qual o tipo que você quer no seu ambiente.
O segundo passo é escolher a cor e material, pra cortinas de pregas ou das que correm em varão existem os mais diversos tecidos, renda, voil, algodão, enfim, é uma variedade enorme. Já pra cortinas como a rolô, painel e romana as opções são um pouco menores, mas dá pra fazer um projeto lindo com elas também.
Nessa fase você deve definir pra que quer a sua cortina, se é um simples objeto de decoração ou se vai ter uma função, por exemplo, aqui no meu quarto entra muita luz, seja pela luz da rua ou pelo sol da manhã, e eu gosto de dormir na escuridão total, então acabei escolhendo uma cortina rolô pela praticidade e falta de grandes informações, e pro material um blackout, que pra quem não conhece tem a função de bloquear quase que completamente a luz de fora, por um lado ela é branca e de tecido e por outro cinza de plástico; já na sala tínhamos uma cortina de renda, porém pela situação de privacidade acabamos colocando uma de tecido inteiriço, bege seguindo a paleta do ambiente e de ilhoses. Tudo depende da sua intenção e da função que quer dar a ela.
Você também pode juntar dois tipos de cortina, como a rolô e a argolas, pregas, lacinhos, enfim, a rolô fazendo o papel de tapar ou filtrar a luz e a outra decorar, neste post tem algumas inspirações assim. Agora, um alerta aos alérgicos: muito cuidado com o tipo de cortina e tecido que escolhem, digo por experiência própria, antes da rolô tinha uma de renda linda, maravilhosa e que eu amava, mas tive de tirar porque acumulava muito pó e me fazia mal, então tomem cuidado e pensem bem!
Por fim, existe uma regrinha pra escolher o tamanho da cortina, claro que ela não precisa ser seguida, eu mesma posso dizer que segui pouquíssimas vezes e nunca deixou o ambiente feio, tudo depende do resto da composição e do tipo de janela que você tem, então não se desespere, apenas pense bem antes de escolher e seja feliz, caso queira saber, a regrinha é essa da imagem abaixo.
Sophia Cuñado

comentário(s) pelo facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário