Texto: Porque somos únicos, assim como nossos sonhos

terça-feira, 18 de julho de 2017
Há uns meses atrás eu resolvi fazer uma pesquisa com mulheres perguntando três coisas: idade; se pretendiam ter filhos; e se sim ou talvez, daqui a quanto tempo. Fiz essa pesquisa porque tinha muita curiosidade e talvez isso ajudasse com um post, no caso, este. O resultado não foi uma grande surpresa pra mim que tenho determinado pensamento, mas diz um pouco sobre as mudanças do tempo.
Se você fizesse essa pergunta a trinta, quarenta ou até mesmo vinte anos atrás, provavelmente a grandíssima maioria diria que queria filhos, não é mesmo? E se eu te disser que isso mudou bastante? Na minha pesquisa houveram 206 respostas, delas, a grande maioria tinha de 16-20 anos (40,3%) e 21-25 (38,8%); das 206, 28,6% responderam “talvez” pra pergunta se queriam ter filhos e 24,8% “não”, somando um grande 53%. Claro que sobra uma grande porcentagem pros “sim” e “já tenho”, mas pensa no quanto isso mudou nos últimos anos, e nos porquês.
Agora vamos parar com os números porque sou de humanas, e falar um pouquinho dos porquês, caso se perguntem, eu não respondi minha própria pesquisa, mas me encaixo no “talvez” e muitas vezes no “não”. Por que? Por diversos motivos, oras.
Hoje em dia, acredito que, todas queremos viver muito, viajar, correr atrás dos nossos objetivos e sonhos, e a realidade é que o tempo passa tão rápido que quando vamos ver já estamos nos quarenta e cinco do segundo tempo e talvez já não tenhamos pique ou vontade. Além disso muitos vemos a vida que nossos pais levam pra criar-nos, trabalhando, trabalhando e trabalhando; colocando a si próprio em segundo plano, porque querendo ou não, a partir do momento que você tem um filho a sua vida acaba sendo voltada pra ele e muitas vezes você, suas vontades e sonhos ficarão em segundo plano, sim.
Talvez você esteja pensando “nossa, mas como você sabe tudo isso?” porque eu observo, vejo o quanto minha mãe rala pra poder me dar de tudo e o quanto ela ficou em segundo plano desde o momento em que virei uma realidade. E sinceramente? Eu não quero isso pra mim, não quero ter que deixar de fazer o que quero, ir atrás dos meus maiores sonhos. Não querer ter filhos, não querer casar, não é um problema, é normal e só vai atingir você, se é isso que quer, se joga!
Claro que muita gente vai discordar, e não tem o menor problema, sabe por quê? Porque cada um tem um sonho, um objeto, uma vontade na vida que é totalmente individual, e ninguém precisa pensar igual a ninguém, nem concordar com ninguém, é aquela coisa do livre arbítrio, sabem? E a gente tem de respeitar as vontades e desejos de cada pessoa sem tentar “enfiar goela abaixo” a nossa verdade, porque ela pode não ser a do outro. Cada um tem uma experiência de vida, uma opinião que vai influenciar em todos os seus passos, nós podemos expressar o que achamos, desde que isso não corte o direito ou intervenha com o do outro.  
Então vamos correr atrás do que queremos e deixar cada um seguir sua vontade, vamos parar com os “quando vai casar?” ou “quando vai ter filhos?” porque isso não é necessariamente uma necessidade ou até mesmo vontade do outro, vamos nos apoiar e seguir em frente respeitando a vontade individual de cada um, porque todo mundo é único quanto seus sonhos, combinado? 
Sophia Cuñado

13 comentários:

  1. Essas cobranças irritam em nível hard...
    Quando era solteira,me questionavam porque eu não tinha namorado.Comecei namorar,perguntava quando íamos casar.E agora,não param de perguntar quando teremos filhos!Mas ninguém pergunta se teremos condições de criar filhos...
    Se nós não decidirmos o que queremos das nossas vidas,as pessoas nos enlouquecem!

    Bjs!
    http://renadamimada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Demaaaais, por isso fiz esse texto, porque precisamos parar de cobrar as pessoas pelo que achamos ser certo pra nós! ♥

      Excluir
  2. Ual, engraçado como alguns pensamentos se conectam, penso da mesma maneira.
    Sempre desejei ser mãe só que depois dos 18 essa vontade foi ficando cada vez menor ( hoje tenho 24). As vezes penso que sou egoísta, porém paro e penso que é mais egoísta colocar alguém no mundo com tanta gente precisando de adoção.
    Isso é uma discussão interna minha, nunca foi nem será um dos meus objetivos da vida.
    E a vida segue né?
    Beijinhos ;*
    Blog Menina Caprichosa | Canal Youtube | Facebook | Insta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu comecei a enxergar a realidade, sabe? Os gastos, o tempo, a vida, e de verdade que não me apetece mais a vontade de ser mãe :(

      Excluir
  3. Essa sua pesquisa mostra como nós estamos entrando no mercado de trabalho e mudando as vontades e sonhos, que a pressão social vai diminuindo e nós vamos alçando voos para o que realmente desejamos. Muito interessante mesmo.
    beijo
    Neoguedes

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também! O quanto não precisamos mais seguir a vontade e o "padrão" de casar, ter filhos e é isso aí, podemos ser e fazer o que quisermos ♥

      Excluir
  4. Me senti representada e até mais aliviada com esse texto <3
    Nunca tive esses sonhos que as pessoas esperam que nós tenhamos e as vezes me sinto mal pq acho que seria menos sofrido se eu simplesmente pensasse como a maioria quer que eu pense... Mas sou muito convicta das minhas ideias e não vou realizar sonho dos outros...
    Bjs!!!
    www.negavaidosa.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não faça isso, mulher! Cada um tem suas vontades, sonhos e vida, e deve fazer o que der na telha, o que achar melhor pra si! Nós precisamos mostrar isso pro mundo, parar com julgamentos, criticas e coisas do gênero ♥

      Excluir
  5. Miga, adorei esse texto! E concordo 100% com você! Temos que fazer/ir atrás do que realmente queremos e o que realmente nos fará feliz, independentemente se os outros vão achar isso ruim ou não.
    Cheiro de Pipoca

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Exatamente, temos de pensar em nós e só, sem se importar com os outros!

      Excluir
  6. So, adorei o texto e concordo completamente com você! Essas cobranças são verídicas e extremamente desgastantes se a pessoa absorver! ah, seu blog é lindooo!
    To seguindo aqui e nas redes sociais pra acompanhar de pertinho!
    Beijos <3
    http://www.bybruni.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simmm, é desgastante, é chato e aborrece, ninguém é obrigado a nada, não estamos mais nos anos 30 onde mulher tinha de ficar em casa e cuidar dos filhos, cada um com seus sonhos e vontades!
      Muito obrigada, flor ♥ espero que continue gostando dos conteúdos daqui!

      Excluir
  7. Que texto incrível, não descordo em nada, essas tais cobranças são tão desgastantes para nós, incluindo a mente, o coração e o corpo, mas temos que passar por cima dessas coisas e mostrar nosso total controle em nós mesmo

    ResponderExcluir

Oba, deixa um comentário aqui dizendo o que achou do post!